William Mendonça
POESIA, PROSA, MÚSICA E TEATRO
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

QUE TUDO PASSE
 
                    Letra e música: William Mendonça

Aprende o tempo
e desapega o rumo,
porque caminho não é destino
e essa vida não é nada
sem se deixar que ela passe,
sem permitir que tudo acabe.
 
Aprende o mapa
mas desapega o cais,
porque não há vento com amarras
e essa vida não é nada
sem se deixar que ela acabe
sem permitir que tudo passe.
 
Sou só alguém que partiu
sem nunca ter se lançado,
alguém que chegou no início
do que devia estar acabado,
alguém que plantou na distância
presente, futuro e passado.
 
Aprende o verso
mas desapega a forma,
porque o poema está nos olhos
e essa vida não é nada
sem se deixar que ela perca,
sem permitir que outro vença.
 
Aprende o corpo
e desapega a alma,
porque a força vem do que somos
e essa vida não é nada
sem se deixar que ela vença
sem permitir que tudo se perca.
 
Sou só alguém que partiu
sem nunca ser alcançado,
alguém que chegou no início
mas o tempo estava esgotado,
alguém que deixou noutra vida.
futuro, presente e passado.
William Mendonça
Enviado por William Mendonça em 30/07/2013
Copyright © 2013. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários